Atletas aprovam 1º Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

As mais de 250 lutas ficarão para a história do esporte de Santa Catarina, pois o estado sediou neste sábado, dia 13, em Canasvieiras, Florianópolis, o tão aguardado 1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo. O evento envolveu 117 atletas com deficiências física, intelectual e visual de todas unidades federativas do país, além da participação de três angolanos e uma argentina. 

Durante as lutas, por traz das medalhas e subidas ao pódio, o que se viu foram momentos de superação. Histórias como a da paraense Maria do Carmo Paixão Teixeira, 47 anos, conhecida no meio do jiu-jitsu como “Carmem Casca Grossa”, que viajou mais de três mil quilômetros de Belém até Santa Catarina para disputar a competição: “Esse evento é maravilhoso, pois permite que lutemos com atletas com as mesmas deficiências que a nossa. É uma grande oportunidade de inclusão”, disse Carmem.

Veja matéria da Íntegra: https://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/esportes/atletas-aprovam-1-campeonato-brasileiro-jiu-jitsu-paradesportivo-2

admin

admin

Faça seu comentário

Onde tudo Começou

Em 25 de janeiro de 2019, na reunião entre FESPORTESC e Daniel Borges, a fusão de transformar o estado de Santa Catarina numa refêrencia para o paradesporto nacional, com o sonho de proporcionar profissionalismo e reconhecimento aos paratletas de Jiu-Jitsu de todo Brasil, fez surgir o 1º Brasileiro de Jiu-Jitsu Paradesportivo. No dia 28 de janeiro de 2019 em reunião com presidente da FESPORTESC, Rui Godinho da Mota, foi oficializado o acordo para realização dessa e das demais competições nacionais.

Posts Rescentes

Siga-nos

0
Rolar para cima